28 janeiro 2006

Dúvidas que encontrei embaixo do meu chapéu

Perguntar não ofende: será mesmo possível essa coisa de “comunidade virtual”? A Internet pode, de fato, ser um instrumento de interação entre pessoas? Haverá estabilidade suficiente na relação interpessoal que se estabelece em espaços virtuais? Esta relação pode de fato ter um caráter dialógico, dinâmico e fluido, capaz de retro alimentar o desejo de comunicação dos protagonistas? Quais as dificuldades que se opõem à consolidação dessa relação: o distanciamento cada vez maior dos indivíduos em relação à comunicação por via da escrita? A ansiedade gerada pelo fluxo multimidiático de informações que impõe um fluxo acelerado ao qual a escrita não é capaz de acompanhar? A prioridade conferida às relações presenciais mediadas pela oralidade?
Acho que uma última pergunta resume tudo: qual o sentido de propor a jovens carentes (cultural e materialmente) que utilizem a Internet como meios de expressão e comunicação?
Só queria deixar essa questão para o debate – se for de fato possível haver debate dessa maneira.
Abraço a todos,
Robson.

2 Comments:

Blogger Reggaço said...

Essa é uma boa questão....a internet com uma faca de dois gumes..ao mesmo tempo que ela encurta distâncias e facilita a comunicação, ela pode vir a criar um déficit nas relções interpessoais físicas...não sei até que ponto isso pode se transformar em um problema...vamos discutir!!
abraços!

Ronaldo

28 janeiro, 2006 16:46  
Blogger Salete said...

Essa é uma boa pergunta, Robson! Extremamente complexa, ela gera uma tese.
Eu discordo do Ronaldo. Que coisa! Tem sempre gente achando que ter uma coisa implica em perder outra. A internet, a comunicação via blog, pode acentuar tendências: quem era introvertido, consegue se expressar dessa maneira e fica mais introvertido. Mas ele era assim antes, agora achou uma maneira útil de SER.
Vale aquela velha história: a Tv não substituiu o rádio, o CD não matou as salas de cinema e por aí vai.
Tudo que é novo gera, num primeiro momento, uma desconfiança.
Creiam! É preciso ter fé! Nós vamos abrir as portas do mundo pra esses garotos!!

28 janeiro, 2006 18:10  

Postar um comentário

<< Home