27 dezembro 2005

Márcia

No meu grupo, quase metade dos alunos ainda não chegou. Então, é um grupo muito delicado, eles são gentis uns com os outros. O Adalto viu isso hoje... Então é um grupo que dá bastante prazer de estar junto. É um grupo que eu acho muito infantil, não é tão adulto. É um grupo muito legal, bastante respeitoso. Eu acho que esse é um ponto bastante positivo.
Hoje, particularmente, o que eu gostaria de destacar é a possibilidade de parceria com o Adalto. A atividade da criação dos cartazes foi uma atividade que no início me deixou preocupada com a atuação de dois grupos. No início eles estavam muito emperrados e o Adalto veio, conversou comigo, me deu um toque sobre o que poderia estar emperrando, eu acho que isso foi legal. E depois, no momento da socialização, eu acho que foi um momento muito bacana de ver o quanto essa parceria do mediador com o mediador do laboratório é bacana, porque os meninos se apresentaram, ficaram muito legais as produções deles e eu falei o que eu achava, mas só que o meu saber vai até um determinado ponto e depois o Adalto fez uma síntese e ressaltou outros aspectos e acho que isso valorizou muito o trabalho deles e eles se sentiram muito importantes. E quando a gente foi passar a música do Gil, uma aluna disse assim: “Eu quero falar com ele, que ele é que entende tudo de Internet.” E ele: “Não, eu não entendo...” Mas eu acho que essa parceria é uma coisa que talvez a gente a gente pudesse pensar de isso acontecer em outros momentos, porque é uma coisa que complementa; dentro da sala de aula, eu acho que é uma coisa que complementa.De uma maneira geral, eu acho que foi bastante agradável, ontem e hoje, e eu estou ansiosa para ver a carinha dos outros.”