27 dezembro 2005


Marcelo Vicentin (Mediador da turma N-2)

“A compreensão que eu tive da turma, diferentemente do Tiago, que trabalhou com a turma da tarde... eu acho que vai ser extremamente problemático trabalhar com eles. E é um problema meu. Eu tenho que moderar a minha linguagem para que eu possa ser entendido mais facilmente por eles. Isso advém da dificuldade de compreensão de determinados termos por eles, da dificuldade de compreensão que eles têm do conceito de Internet, das possibilidades da Internet, talvez pela falta de acesso deles, da dificuldade que eles têm de trabalhar em grupo. Eu já estou construindo um discurso de que vai ser um processo lento, de que eles têm que ter paciência, muita paciência entre eles mesmos, as dificuldades que eles vão ter de trabalhar um conceito, talvez um único conceito, para que todos possam participar nesse algo tão amplo assim, para evitar que se perca a unidade de um grupo, tornando-se algo individual. Então isso é difícil, é muito difícil para eles, porque isso é uma dificuldade que eles já trazem e é uma relação que eles estão começando a trabalhar agora.Do lado positivo, eu acho que há um interesse muito grande por parte de todos. De uma forma negativa, como há alguns extremamente expressivos, há outros extremamente tímidos; tímidos mas que você senta para conversar com eles e eles se abrem, conversam, expõem suas idéias... Só que para o grupo todo isso é muito difícil, então tudo isso vai ter que ser trabalhado de pouquinho em pouquinho e talvez no fim do curso, daqui a onze semanas, consiga-se ter uma evolução muito grande com eles e fazer com que eles trabalhem em grupo. Quanto à vontade, eu achei perfeito; por enquanto, todos demonstram uma vontade muito grande de trabalhar.”