27 dezembro 2005


Fabrício
“Fiquei trabalhando com a Silvânia. Peguei uma galera muito enérgica. Fui muito bem recebido por eles. Peguei um ponto muito importante que um dos grupos colocou. Os três colocaram o mesmo ponto, só que um foi mais fundo, que foi trabalhar muito sobre DST, efeitos de drogas... estão querendo trabalhar muito sobre isso.”